Pesquisar este blog

Pesquisar este blog

18 de out de 2012

AS FOTOGRAFIAS DA REALIDADE INVISÍVEL

traduções: Lygia Cabus


Genrikh Silanov* (Генрих Силанов), diretor (hoje aposentado) do Laboratório Geofísico de Voronezh (Rússia), começou seus estudos sobre fenômenos metafísicos em 1967, interessado especialmente em OVNIs. Ao longo de suas investigações, sentindo falta de instrumentos apropriados de registro e análise, projetou um equipamento para fotografar o que ele mesmo definiu como "Campos da Memória". Utilizando esse equipamento, Silanov liderou várias expedições de pesquisa a partir de 1978.


* Nascido em Riga - capital da República de Latvia ou, em português, Letônia - 1934. Em 1947 graduou-se no Siberian Research Institute of Geology, 

Essa tecnologia utiliza materiais fotográficos especiais capaz de alcançar um ampla gama espectral eletromagnética situada ente 190 e 800 nm (nanômetros, uma unidade de medida para ondas eletromagnéticas bem como, da luz visível, radiações ultravioleta e infravermelha, radiações gama) o que permite a percepção além da luz visível.
A pesquisa prosseguiu nos anos seguintes rastreando evidências metafísicas de diferentes fenômenos paranormais. Registros que podem ser considerados como a captura de imagens de fantasmas, porque essas imagens mostram seres, objetos e situações que se aconteceram ou existiram há muito tempo.
São impressionantes documentos objetivos do Tempo Passado que, para a ciência convencional estariam completamente perdidos porque nenhum tipo de memória resgatável, até então, poderia recuperar a visão suas ocorrências.


PROJETO HOOPER (Хопёр)


O equipamento desenvolvido pela equipe de Silanov é capaz de capturar, cenas de uma guerra, presença de OVNIs, alienígenas, poltergeists, foo-fighters (esferas luminosas alaranjadas que perseguiam ou acompanharam aviões especialmente durante a Segunda Guerra Mundial) ou, ainda, a lembrança de criaturas humanas arcaicas, antepassados do homem contemporâneo extintos há milênios.
Esses resultados foram obtidos em um exaustivo trabalho de busca: entre 1983 e 1984, os cientistas estiveram nas montanhas do Tajiquistão (atualmente, República do Tajiquistão, Ásia Central, fronteira com o Afeganistão ao Sul e com a China,a leste) e, mais especificamente, na cordilheira de Pamir, por exemplo. Em 1985 os estudos estavam agregados em uma ação sistemática de pesquisa que é chamada de PROJETO HOOPER (Projeto Хопёр).

OS SERES PLASMA & AS FORMAÇÕES PLASMÓIDES







Formação Plasmóide em uma Zona Anômala, 2010. Expedição Hopper (Хопёр), região de Voronezh. [http://www.silanov.ru/index.php?option=com_content&task=view&id=13&Itemid=4]

Essa tecnologia permitiu aos pesquisadores observar uma realidade que parece existir em paralelo à realidade normalmente experimentada pelas pessoas. Uma das primeiras entre as coisas estranhas observadas e fotografadas nesse "mundo paralelo" foi uma espécie de coágulo de plasma frio e vivo que parecia manifestar informações mentais.
Essas "entidades" foram consideradas como uma forma inteiramente nova de vida inteligente e receberam a denominação de Seres Plasma. Os Seres Plasma podem ser confundidos com as Formações Plasmóides mas são fenômenos diferentes.
As Formações Plasmóides são meras concentrações de moléculas ionizadas, não são formas de vida. Porém, sua existência indica um estado de tensão crítica do campo eletromagnético e sua formação é uma reação inteligente da Terra - Gaia, que tem como principal função restabelecer o equilíbrio rompido pela tensão crítica.

OS SUPERIORES









Entre os Seres Plasma, existem aqueles aos quais Salinov refere-se como os Supremos ou os Superiores. Nas montanhas do Pamir/Tajiquistão (mapa acima), Borisoglebsk, Novochpersk, Semiluki, os indícios e registros da presença dos Superiores são abundantes.






Madonna de Novokhopersk. Um Ser Plasma Superior. Expedição Hopper (Хопёр), região de Voronezh. A fotografia foi obtida utilizando um filme capaz de capturar o espectro de luz ultravioleta.

[IMAGEM: http://www.silanov.ru/index.php?option=com_content&task=view&id=14&Itemid=5]

Nessa região, o estudo das anomalias (ou Projeto Hooper/Хопёр) começou em 1985, especialmente na faixa de vôo de Borisoglebsk. Salinov atribui a freqüência dessas ocorrências na região, avistamentos de OVNIs e alienígenas ̶ por terráqueos (seres humanos), à existência de uma antiga falha geológica que, alcançando a superfície da Terra, tornou-se uma poderosa fonte de energia eletromagnética que facilita o trânsito de seres extraterrestres e/ou não-humanos.





Seres-Plasma fotografados no Acampamento da expedição Hooper/Хопёр, no aterro Khoper (do rio Khoper ou rio Khopyor em Russo: Хопёр. 1994.

[http://www.silanov.ru/index.php?option=com_content&task=view&id=42&Itemid=19]


O objetivo dos Superiores ao visitar o Mundo ou dimensão de existência dos humanos,seria, para o cientista, ensinar as pessoas a evoluir em seus ciclos de vida neste planeta. Por isso, ao longo da história, suas aparições têm sido associadas com divindades instrutoras e aparições milagrosas, como as aparições da Virgem Maria (imagem acima).


CAMPOS DE MEMÓRIA

FOTOS: CAMPOS DE MEMÓRIA

(http://www.silanov.ru/index.php?option=com_content&task=view&id=25&Itemid=6)







Na foto acima, dois colaboradores do cientistas ficaram de frente para a câmera durante algum tempo no local determinado. Depois, saíram e a fotografia foi feita. Apesar de estarem ausentes no momento em que foi feita a foto, sua presença recente foi capturada pela câmera. Esta foi uma das primeiras imagens obtidas do que foi denominado Campo de Memória ̶ 1991.






Foto 2: Foto obtida de uma filmagem durante a Expedição Hopper/Хопёр, em na região de Voronezh (extremo-oeste da Rússia), no aterro de Novochopersk ̶ que foi linha de defesa durante a chamada Grande Guerra Patriótica. Mostra soldados do exército Tcheco de um regimento que, foi constatado, esteve, de fato ̶ estacionado no local entre 1941 e 1942. A Grande Guerra Patriótica é o nome pelo qual ficou conhecida no extremo leste Europeu a Segunda Guerra Mundial.









Região de Voronezh

Histórico da Pesquisa (Наша История) [http://www.silanov.ru/index.phpoption=com_content&task=view&id=3&Itemid=2]

ZONAS GEOPÁTICAS

[http://www.silanov.ru/index.php?option=com_content&task=view&id=13&Itemid=4]

Silanov começou suas pesquisas buscando explicações para fenômenos que são geralmente considerados sobrenaturais, para os leigos ̶ ou inexplicáveis, para a ciência. Atualmente, depois de muitas décadas de investigações, Silanov concluiu que esses fenômenos... na maioria dos casos são processos relacionados com aspectos geológicos e geofísicos do nosso planeta.
O estudo que envolveu e envolve muitos outros pesquisadores definiu idéias, delimitando certos espaços geográficos como zonas anômalas, por exemplo. Esses cientistas também identificaram interações entre atividades tectônicas e variações do eletromagnetismo. Descobriram os Campos de Memória, Seres Plasma e, finalmente estabeleceram a existência do que chamam de Zonas Geopáticas.
As Zonas Geopáticas representam um perigo: afetam negativamente pessoas e ambientes. O comprimento de onda das emissões eletromagnéticas nas zonas Geopáticas é consideravelmente menor do quê o comprimento de ondas eletromagnéticas próprio dos seres vivos: pessoas, animais, vegetais.
A interação prolongada entre essas duas freqüências de energia resulta em uma desarmonia progressiva que começa atuando em nível celular. Isso altera o funcionamento normal das células, dos órgãos, dos sistemas vitais dos corpos das criaturas viventes. O resultado é: doença, adoecimento.

GEOPATIAS


Nas auto-estradas, essas mesmas atividades produzem uma taxa de acidentes maior ̶ porque mesmo uma passagem rápida nesse ambiente, pode desencadear uma repentina desorientação, um tipo de estresse e conseqüente produção irregular de certos hormônios.
Nas zonas rurais, a Geopatia (ou seja, como aqui definimos - anomalia telúrica negativa) gera perdas econômicas causando queda de produtividade nos campos e perda de peso, de vigor dos rebanhos.
Tendo como bases essa premissa, a existência de Zonas Geopáticas, os pesquisadores do Projeto Hooper/Хопёр estabeleceram um método de medição ou detecção e anomalias telúricas a partir do monitoramento do Hélio em fontes de água.
O Hélio foi escolhido porque, a principal atividade químio-física que ocorre nos processos de fusão termonuclear que estão em curso constante nas profundezas da Terra, é a conversão de Hidrogênio em Hélio.
Essa conversão se intensifica de acordo com as variações de intensidade do calor e da energia eletromagnética que é gerada em função dessas variações; uma energia cuja emissão transcende os subterrâneos e alcança a superfície do planeta.
Como causa dessas variações em nível significativo, os cientistas consideraram a hipótese de que a atividade solar e erupções na superfície do Sol são ...uma espécie de gatilho para desastres terrestres, que se reflete no bem-estar das pessoas e sua saúde (SILANOV, 2000). 
Em 2000, o Projeto Hooper/Хопёр pediu a colaboração das autoridades de Novokhopersk (ainda na região deVoronezh), que concordou em fornecer informações sobre o número de chamadas de "primeiros socorros" e acidentes ocorridos entre 17 de julho de 10 de agosto daquele ano.
O resultado desse monitoramento mostrou que nos dias comuns ou tranqüilos, quando a concentração de Hélio nos mananciais de água mantinha-se em padrões normais, foram registradas entre 4 e 6 chamadas de primeiros socorros por dia. Quando essa concentração aumentava, essas chamadas multiplicavam-se atingindo números entre 26 e 28 atendimentos por dia.
No mesmo período os pesquisadores obtiveram e, em função das mesmas variações, os pesquisadores obtiveram inúmeras fotografias de Formações Plasmóides e de poderosas rajadas de energia magnética.
Os PLASMÓIDES mais estáveis assemelham-se a uma bola de fogo que agrega o excesso de energia eletromagnética anômala. O tempo de sua existência pode ser bastante longo e será sempre o necessário para manter o equilíbrio ambiental. O excesso de energia anômala que um Plasmóide concentra será dispersado de maneira gradual, quando, então, ele deixará de existir. Seu tamanho pode variar: desde uns poucos centímetros de diâmetro até vários metros.
Mas os Plasmóides não se formam somente em campo aberto. As Zonas Anômalas podem ocorrer mesmo em ambientes urbanos e, nesse caso, não é incomum que um desses agregados energéticos possa se manifestar em uma casa ou um apartamento. G. Silanov acredita que, nessas circunstâncias, um Plasmóide se comporta exatamente do modo como se tornou conhecido o fenômeno Poltergeist.
Um dos tipos mais comuns de manifestações poltergeist é a auto-ignição (autocombustão) de objetos. Isso ocorre porque as moléculas de água que cercam o campo elétrico de um Plasmóide pode dissociar o hidrogênio do oxigênio. A elevação do teor de oxigênio no ambiente faz com que qualquer fonte de calor possa desencadear um incêndio.
É possível que muitos dos incêndios que ocorrem a cada ano nas florestas da Sibéria Ocidental sejam causados por Plasmóides que se formam em zonas tectônicas ativas.. (zonas com atividade sísmica). De tal modo, os Plasmóides-poltergeist podem ser extremamente perigosos. É possível que Formações Plasmóides estejam relacionadas com a tragédia de CHERNOBYL. Segundo algumas testemunhas, a destruição do reator foi precedida pela aparição de esferas luminosas. (SILANOV, 2006)


CONTATOS COM INTELIGÊNCIAS NÃO-HUMANAS


Em atividade desde os primeiros anos da década de 1970, os projetos SETI - Search for Extra-Terrestrial Intelligence - [http://www.seti.org/origin- of-the-institute], utilizando equipamentos e instalações como Allen Telescope Array, os rádio-telecópios de Arecibo, Parkes, o National Radio Astronomy Observatory em Green Bank, o Hubble Space Telescope e o Spitzer Space Telescope, trabalha já há mais de três décadas em busca de inteligências extraterrestres.
Em todo este tempo de monitoramento do espaço cósmico, nada foi encontrado. Enquanto isso, na Terra, multiplicam-se os avistamentos de OVNIs e mesmo encontros com seres alienígenas e relatos de abduções. Por quê, então, a ciência humana jamais obteve resultados objetivos? Para Silanov: A busca por inteligências extraterrestres por meio do rádio esteve sempre condenada ao fracasso.
Ele acredita que Civilizações avançadas há muito já superaram ou nunca utilizaram ondas de rádio no contexto da comunicação. Ao invés disso, o mais provável é que as inteligências mais avançadas utilizem-se da telepatia para estabelecer contatos. Um sistema que, entre outras vantagens, elimina completamente dificuldades como as diferenças da linguagem.
Por outro lado, a espécie humana e isso inclui os cientistas da espécie humana tem o pensamento condicionado à idéia de que os não-humano devem ser necessariamente semelhantes aos humanos, seja anatomicamente, definindo-os quase sempre como humanóides, seja psicologicamente, acreditando que devem se interessar por contatos tantos quanto nós.
Porém, não há nenhuma razão objetiva para esses pressupostos. Os motivos que levam os humanos a buscarem esses contatos são extremamente fúteis: desde a curiosidade quase infantil até o interesse tirar proveito dos conhecimentos tecnológicos dessas inteligências alienígenas. Muito provavelmente, nada disso interessa aos não-humanos. Significa que para extraterrestres, alienígenas, habitantes de outras dimensões ou universos paralelos, se são em todos os aspectos do Ser mais evoluídos que a espécie humana, inclusive mais evoluídos na esfera do comportamento ético, o contato aberto com a Humanidade não é desejável.





REGISTROS & CONTATOS


Nos estudos que a equipe do PROJETO HOOPER realizou no aterro Khoper (do rio Khoper ou rio Khopyor em Russo: Хопёр, afluente do rio Don) foram obtidas numerosas provas da existência de OVNIs, seus ocupantes e sua variedade de formas.
Analisando o material reunido, os cientistas do HOOPER afirmam que os OVNIs entram transitam na Terra utilizando vias de tráfego completamente desconhecidas para a Ciência humana, como o transporte entre diferentes dimensões da existência através de portais abertos no Espaço-Tempo. Essas inteligências não-humanas não precisam percorrer distâncias ao longo de milhões de anos terrenos para alcançar seus pontos de partida ou chegada.
Sobre esse assunto, as aparições dos OVNIs, observadas e fotografadas, por alguma razão, ocorrem em coordenadas constantes, sempre nos mesmos pontos do espaço. Isso sugere que existem, nesses quadrantes, passagens cósmico-temporais que a ciência humana desconhece.



IMAGEM: Registro de um OVNI. Aterro Khoper (do rio Khoper ou rio Khopyor em Russo: Хопёр)

[http://www.silanov.ru/index.php?option=com_content&task=view&id=42&Itemid=19]






Nas imagens acima, a primeira (original) obtida pela impressão de luz ultravioleta sobre o filme fotográfico na paisagem de uma praia de deserta do rio Khoper, Silanov distingue um quadro que ele chama de Bíblico, porque remete ao tema de Adão e Eva no Paraíso. Ali, o cientista identifica, embora reconhecendo que suas silhuetas são mal definidas, seres-Plasma que não estão - de fato, presentes no momento em que foi feita a foto. Ele acredita que as imagens são registros do Campo de Memória. Para melhorar a visualização destes seres, seus vultos foram destacados em cores pela artista plástica Elena Dimitrevna. [http://www.silanov.ru/index.php?option=com_content&task=view&id=42&Itemid=19]





Nesta outra fotografia, enquanto crianças jogam cartas no acampamento, um dos membros da equipe de pesquisa consegiu o registro deste estranho ser, dotado de numerosos tentáculos. 1996. [http://www.silanov.ru/index.php?option=com_content&task=view&id=42&Itemid=19]
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário