Pesquisar este blog

Pesquisar este blog

12 de out de 2012

Os extraterrestres e a ufologia segundo o Islamismo. 


 
     
Segundo o conceito islâmico sobre a ufologia existe hoje o AEGAZ, são pesquisas cientificas retirada do Alcorão, as conclusões obtidas pelos professores islâmicos sobre o assunto visam adaptar os relatos ufológicos a passagens do alcorão, em especial a referencia aos Djins, eles teriam o poder de se materializar e desmaterializar e fazer coisas prodigiosas de todo o tipo, entretanto não deve sem considerados anjos que são seres que trabalham para Deus ou Allá ao passo que os Djins são constantemente associados ao demônio, com intenções malévolas, a explicação do ponto de vista islâmico que os extraterrestres seriam como os Djins, e suas naves seriam compostas por radiações e só poderiam ser avistadas com câmeras especificas infravermelhas, nas escrituras sagradas islâmicas há passagens que revelam a habilidade visual do profeta Maomé, que podia ver claramente à noite e de dia, bem como ver os demônios e os Djins, no registro do texto Sunna esta assim escrito "percorrer milhares de anos no espaço seria como 24 horas na terra, energia que pode ser obtida da luz ou do azeite de oliva da arvore que não estão no leste nem no oeste", também podemos estabelecer um paralelo entre a ascensão aos céus de Maomé e a de Enoque, descrita no evangelho apócrifo, o profeta Maomé possui uma segunda visão, a de ferro, ela permite enxergar os anjos e os Djins, com sua habilidade visual limitada o homem não consegue perceber quando objetos voadores ficam infravermelhos, ou seja, invisíveis aos olhos humanos, os animais já enxergam o ultravioleta, na literatura islâmica há inúmeros relatos de Djins bons ou maus, os maus seriam os extraterrestres enganadores que iludem a humanidade, no Alcorão há uma passagem que fala" entre os sinais de Alláh esta a criação dos céus e da terra e das criaturas que disseminou isto se refere ao espaço exterior dos cosmos e que esta repleto de seres viventes ou animados.
Um gênio (português brasileiro) ou génio (português europeu) (do latim genìus) é uma espécie de espírito que rege o destino de alguém ou de um lugar, freqüentemente sendo associado a algum dos elementos da natureza, das artes, vícios etc. O termo pode ser empregado como um equivalente em português do árabe "jinn | جن", uma vez que na mitologia árabe pré-islâmica e no Islã, um jinn (também "djinn" ou "djin") é um membro dos jinni (or "djinni"), uma raça de criaturas sobrenaturais. A palavra "jinn" significa literalmente alguma coisa que tem uma conotação de dissimulação, invisibilidade, isolamento e distanciamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário