Pesquisar este blog

Pesquisar este blog

5 de out de 2012


O sinal WOW



Em 15 de agosto, 1977 às 23:16 pm, o telescópio Big Ear recebeu um sinal de rádio de origem desconhecida por cerca de 72 segundos a partir do oeste de Sagitário e atingindo uma intensidade 30 vezes o ruído de fundo. Este sinal não foi gravado, mas foi gravado pelo computador do observatório em uma seção de papel contínuo projetado para esta finalidade. Poucos dias depois, um jovem professor da Ohio State University chamado Jerry Ehman estava trabalhando como voluntário no projeto SETI, verificando registos informáticos, ele descobriu e surpreendeu que o sinal vinha cada vez mais forte com ruídos anômalos detectados por um rádio-telescópio.

É a única mensagem recebida do espaço até hoje (ou o que pelo menos foi divulgado) e poderia ter uma origem extraterrestre e tenha sido emitido por seres inteligentes.

Naquela época, o poder computacional disponível não era, obviamente, muito grande, então o sistema de busca do sinal de rádio foi bastante rudimentar e se transformou em uma série de números que indicam apenas a sua intensidade e a freqüência.

Estes níveis de intensidade foram de 1, 2, 3 e 9 para alcançar o nível seguinte, que foi de A, B, C, e os registros das leituras foram impressos em papel.

Jerry Ehman, um professor de faculdade, trabalhou voluntariamente no projeto SETI, e alguns dias após 15 de agosto ele reveu algumas das folhas de registo, encontrou o código 6EQUJ5, o equivalente a um aumento da intensidade do sinal que não poderia ter sido, naturalmente, exceto nas circunstâncias mais improváveis ​​no mesmo momento um quasar alinhou a sua feixe de radiação para a terra.

Quasares são uma classe de estrelas que têm a particularidade do feixe emitem ondas de rádio (em azul na ilustração).

O professor Ehman, vendo a seqüência, ficou tão surpreso que a única coisa que conseguiu fazer foi escrever a famosa palavra "WOW!" a margem da folha.

A freqüência sendo analisada ​​no momento, estava na faixa de 1420.356MHz e 1420.456MHz, e a antena estava apontada para estrelas a oeste da constelação de Sagitário. A duração do sinal foi de 72 segundos.

Esse estranho sinal veio da constelação de Sagitário. E sobre a sua possível origem, muitas hipóteses foram levantadas, como:

- Um satélite artificial que atravessou o feixe do telescópio naquele exato momento (quão raro é que a freqüência na qual o sinal foi detectado foi banido por uso de acordos internacionais)
- Um evento natural de natureza desconhecida
- Uma reflexão de um sinal da terra em um pedaço de lixo espacial (realizada pelo próprio professor Ehman), no qual foi descartada.
- Um sinal de uma civilização extraterrestre.

Enfim... o sinal WOW e mais um dentre tantos mistérios desse mundo sem se resolver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário