Pesquisar este blog

Pesquisar este blog

14 de out de 2012

BILLIE WOODARD, O HOMEM QUE NASCEU NA TERRA OCA


Colonel Billie Faye Woodard:
Biography Interviewed and Written by Rodney M. Cluff, 2008.
[http://www.ourhollowearth.com/ColBillieFayeWoodard.htm]

tradução: Lygia Cabus


 Billie Woodard e sua tiara de comunicação intermundos, em 2008. Woodward em 2002.



Billie Faye Woodard é um coronel aposentado. Ele (assim como sua irmã gêmea, Zuria) alega ter nascido na zona Oca da Terra e somente teriam sido trazidos à superfície em 1951.
Eles nasceram com habilidades excepcionais. Billie pode lembrar de seus pais conversando com ele enquanto ainda era um bebê, logo após seu nascimento. Eles diziam que não viveriam com eles, os filhos, por muito tempo. Depois disso, os irmãos foram levados até Wichita Falls, no Texas ̶ onde, abandonados em um cesto de lixo do parque, policiais os regataram descobrindo-os ali porque estavam chorando.
Encaminhados para um orfanato, cinco anos mais tarde foram adotados por um coronel da força aérea dos Estados Unidos e sua esposa, que já tinham dois filhos. Os pais adotivos eram ambos descendentes de nativos norte-americanos: a mãe, com ancestralidade Apache; o pai, Cherokee.

LEMURIANO
Pouco depois da adoção, os irmãos ainda tinham seus cinco anos, a família estava em um restaurante e os gêmeos conversavam sem que os pais prestassem muita atenção.
Um homem que estava nas local, muito surpreso, aproximou-se da família e disse a seus pais: Você sabe que seus filhos estão conversando entre si em uma língua extinta? Eu sou professor de línguas antigas da Universidade do Texas (em Austin) e seus filhos estão falando lemuriano.
(Isto é uma dificuldade porque até onde este editor sabe nem o maior especialista em línguas antigas do planeta poderia reconhecer a língua dos lemurianos que, aliás, segundo os ocultistas da Antropogênese somente desenvolveram um linguagem falada a partir de sua terceira sub-raça... 
A não ser que este professor fosse ele próprio um lemuriano tão dotado de capacidades extraordinárias quando a fundadora da Teosofia, H.P. Blavatsky que, de acordo com sua obra e biografia era capaz de acessar conhecimento de qualquer época da História e Pré-História Humana ainda que fossem informações arcaicas de uma Humanidade extinta.)

HERMAFRODITAS

Entre outras características incomuns, Billie e sua irmã eram hermafroditas. Lamentavelmente, o padrasto de Billie era um pedófilo que o molestava regularmente. O garoto-garota contou o que se passava em casa, aos professores, na escola.
Ao saber da denúncia, o padrasto levou Billie para o Hospital da base da Força Aérea local onde o hermafroditismo foi constatado. A vagina foi fechada e os órgãos femininos retirados. Desde então, Billie tornou-se do sexo masculino assumindo as características do gênero, incluindo a voz, que ficou mais grossa.
Apesar de toda essa história parecer um tanto fantasiosa, o pai de Billie, por causa desse episódio, passou algum tempo na prisão e perdeu a custódia do garoto.
Assim, aos 13 anos, mesmo sem mudar de sobrenome, Billie foi entregue para viver com outra família, também de descendentes de nativos norte-americanos, em Junction, Arizona - os Henderson.
O novo padrasto não era militar mas trabalhava como civil para os militares. O destino de Zuria, foi mais complicado. O pai adotivo vendeu-a para outro militar da Força Aérea, um sargento, por 1 milhão de dólares.

TESTES

Assim, ele e sua irmã foram separados na adolescência. Porém, as faculdades excepcionais das crianças não passaram desapercebidas dos militares da base Aérea.
Ambos, embora separadamente, começaram a ser submetidos a testes. Porém, Billie não suportou a maratona de experiências e assim, usando poderes mentais, criou confusão nas leituras dos aparelhos dificultando o projeto.
Pouco depois, foi informado que sua irmã tinha morrido mas soube que era uma mentira. Ela tinha sido levada para uma base subterrânea para sofrer mais testes porém, os planos de seus captores foram frustrados: alienígenas, infraterrenos - localizaram a garota e a resgataram levando embora em uma nave de volta para a Terra Oca.

LAPSOS DE TEMPO

Um dia, Billie, em companhia de um colega, voltava de uma excursão de escotismo. Billie quis tomar um atalho, passando através de um campo de milho. Mas o amigo recusou, preferindo continuar na estrada.
Billie seguiu sozinho pelo campo e já estava perto de casa quando foi abordado por um homem que vestia uma espécie de uniforme (não-militar) e, ao ver o menino, acionou imediatamente um aparelho de comunicação. A última coisa que Billie lembra deste momento é a voz do homem dizendo: Nós encontramos Billie. Encerrar busca!
Mais tarde, recuperando a consciência, Billie se viu no mesmo ponto do campo e dirigiu-se para casa onde foi recebido com grande surpresa. Seus pais queriam saber onde tinha estado por tanto tempo.
O garoto não entendeu e respondeu simplesmente que tinha estado com o grupo de escoteiros. O amigo que tinha voltado para casa pela estrada, vizinho da família, apareceu e disse: Mas Billie, isso foi há seis meses!
Mais uma vez, Billie foi levado para uma base militar onde foi submetido à uma sessão de hipnose para tentar resgatar a lembrança do quê tinha se passado.

VISITA À TERRA OCA

A regressão hipnótica funcionou. Naquele final de tarde de verão, enquanto caminhava pelo campo de milho, Billie tinha notado uma estrela brilhante no céu. que se movimentava, diminuindo de altitude até revelar-se como como uma forma redonda, metálica com cerca de 150 metros de diâmetro.
O homem que o tinha abordado, depois da comunicação que tinha feito, começou a falar com o garoto com uma voz muito suave. Ele perguntou: Billie, você gostaria de fazer uma viagem conosco em nossa nave? O menino respondeu que seria divertido e imediatamente, ele o estranho começaram a flutuar em direção ao OVNI até entrar à bordo.
Os ocupantes da nave eram simpáticos mas diferentes dos seres humanos normais: eram extremamente altos, entre 10 e 13 metros! Havia vários membros na tripulação. O vôo foi longo. Bom em geografia, Billie reconheceu várias passagens do trajeto, identificando cidades somente ao observar algumas bandeiras estaduais.
Finalmente, alcançaram o espaço aéreo do Canadá onde Billie reconheceu a cidade Calgary, onde tinha estado uma vez. A viagem prosseguiu chegando até o círculo polar Ártico onde, subitamente, a nave fez uma manobra e mergulhou em uma cavidade que conduziu o veículo ao interior da Terra. ali, havia um sol interior muito brilhante e muitas cidades.
Foi na no ambiente da Terra Oca que Billie passara aqueles seis meses. Durante esse tempo, conheceu pessoas que foram consideradas desaparecidas na superfície do planeta; pilotos de avião que tinham sido "engolidos" em pleno vôo no Triângulo das Bermudas, por exemplo.
Estas pessoas tinham sofrido alterações anatômicas (e provavelmente, também orgânicas/metabólicas). Agora, eram tão altos quantos os nativos de Hollow Earth e explicaram-lhe que aquilo era o resultado de um longo período vivendo sob o efeito de uma gravidade sensivelmente menos do aquela verificada na superfície do planeta (que é de 9,8 m por segundo).
Billie reencontrou sua irmã, Zurie mas ficou sabendo que seria enviado de volta à superfície e que sua memória sobre tudo o que estava se passando seria apagada do seu conhecimento consciente.

ÁREA 51

Woodard em 2002.
Billie se formou na Escola da Reserva Apache. Depois, graduou-se na High School. Então, por influência do pai, resolveu ingressar na Força Aéra e começou sua carreira cumprindo um treinamento básico de 8 semanas. Em seguida, fez o treinamento avançado de 6 semanas.
Ele acreditava que seria enviado para servir no Havaí mas surpreendeu-se quando informaram-lhe que devia ir ao Pentágono porque sua próxima missão seria em uma instalação ultrassecreta, localizada no deserto de Nevada e chamada de Área 51! Sua patente, tenente, não era suficiente para a tarefa e, assim, ele foi elevado ao posto de coronel. 
Para chegar à Área 51 ele foi embarcado em um avião na Nellis Air Force Base, próxima a Las Vegas - Nevada. Era de manhã mas, dentro do avião, o ambiente era escuro porque havia filtros nas janelas.
Chegando ao destino, ao desembarcar da aeronave, o ambiente continuava escuro e Billie perguntou aos oficiais que o acompanhavam porque não podia ver as estrelas e, então, explicaram-lhe que não estavam a céu aberto mas dentro de uma montanha.
Então, entraram em um carro e começaram um percurso descendente com uma inclinação de cerca de 45 graus. A situação era um tanto alarmante. Ao atingirem o nível de destino, saindo do veículo, Billie foi instruído a entrar em um edifício e estando diante de um aposento, deveria tirar toda a roupa. Ali, recebeu um banho de uma névoa rosa e pareceu-lhe que aquilo era algum tipo de procedimento de descontaminação.
Usando novas roupas, outro veiculo conduziu-o através de uma ladeira íngreme, ainda mais baixo que o nível anterior e, entrando em outro prédio, desta vez, foi pulverizado mais uma vez por uma névoa azul. Outro uniforme lhe foi fornecido. Este, tinha um emblema: um triângulo com o número 51 estampado, dentro de um círculo emoldurado com as palavras Black Project e Top Secret.
Entraram em um elevador e desceram mais ainda. Outro nível. Quando o elevador abriu as portas Billie deparou-se com uma pequena cidade onde circulavam pessoas normais e normalmente. Era o nível 10. ali, havia uma luminosidade clara como a luz do dia. Uma esfera no meio do ambiente parecia funcionar como um sol.
Ele soube que ali, no nível 10, ficava o alojamento onde ficaria instalado mas, seu trabalho seria desenvolvido mais acima, em um escritório do nível 6. Quando chegou ao tal escritório, estava lá o oficial que ele vinha substituir. O homem estava claramente feliz por estar indo embora. Billie perguntou: Por quê?
O sujeito disse que para ele tinha sido o suficiente e acrescentou: Você vai descobrir logo porque tudo o quê eu quero é sair daqui. Billie sentou-se na mesa. Diante dele havia arquivos, pastas e não demorou para que ele percebesse que ali estavam reunidas informações colhidas durante anos sobre a Terra Oca.
Em meio aos documentos, Billie encontrou, por exemplo, um documento de 35 páginas sobre as viagens do almirante Richard E. Byrd o mundo oculto nas entranhas do planeta. Havia ali, também, mapas com as localizações das entradas no pólo Norte e no pólo Sul.

TELOS

No dia seguinte, Bille foi chamado e conduzido a um nível inferior onde havia um túnel onde um trem o esperava para transporte. Os novos atendentes eram muito altos: um homem e uma mulher. Semelhantes àqueles que conhecera na adolescência.
Dentro do trem, Bille perguntou para onde estavam indo ao seus acompanhantes responderam: Para Telos - uma cidade Lemuriana sagrada localizada sob o monte Shasta - Califórnia. Ali - Billie conheceu uma autoridade, um sacerdote chamado Adama e sua esposa, Raia e foi-lhe permitido fazer uma excursão por essa cidade subterrânea.


ELES VÃO SE REVELAR...


Nos 11 anos que se seguiram, Billie viajou três para diferentes locais da Terra Oca através de túneis subterrâneos. Havia muitas outras cidades além de Telos. Duas dessas viagens foram em caráter oficial.
A terceira foi uma concessão todavia, a permissão foi concedida com um propósito: Billie deveria agir como uma espécie de diplomata que devia convencer os líderes da Civilização Subterrânea anão tentar influenciar nem interferir nas ações das forças armadas da superfície no sentido de promover a Paz.
Nessa ocasião, Billie pediu permissão aos dirigentes subterrâneos para permanecer em Terra Oca mas tal permissão foi negada. Billie tinha uma missão na superfície: fazer os homens da Humanidade exterior saber da existência do submundo, divulgar o fato de que eles são um conjunto de nações pacíficas e que chegaria o dia em que eles se revelariam aos povos da superfície. 

AGHARTA, SHAMBALA E O PLANETA X

Segundo as observações de Billie Woodard, existem dois tipos de cidades na Terra Oca: aquelas instaladas em redes de cavernas; e as que são construídas na superfície interior propriamente dita. A famosa Agharta, é uma cidade de caverna; e há duas Shambalas, uma em caverna, outra em superfície. 
As viagens que fez foram minuciosamente documentadas em fotos e relatórios. Além disso, A cada excursão Billie era interrogado. Era o procedimento padrão dos militares.
Ficou claro que as pessoas dos subterrâneos estavam interessadas em convencer as autoridades da superfície a parar com as políticas agressivas, especialmente depois dos primeiros testes com armas atômicas, que envenenam tanto o ambiente da face da Terra quanto prejudicam as nações do inframundo. Billie porém entendia que era inútil tentar influenciar essa política e sugeriu que os povos da Terra Oca começassem a entrar em contato com a população civil do mundo exterior.
Em suas viagens, Billie constatou a existência de incontáveis túneis de conexão entre cidades e diferenças de raça que vivem no subsolo. Alguns são muito antigos. Essas, são obra de civilizações consideradas desaparecidas, como a Atlante e a Lemuriana.  Os túneis são feitos com um a técnica perfeita de engenharia mas nem todos são obra dos infraterrenos. 
Àquela altura dos acontecimentos, muitos desses túneis foram abertos pelos governos da superfície em uma rede que interliga diferentes cidades e capitais. eles conduzem a complexos habitacionais. Há muitos deles, especialmente, sob as principais centros urbanos dos Estados Unidos.
Porém, esses complexos não destinados ao abrigo da população civil. Mas para receber governantes e autoridades que precisarão de um refúgio porque, há muito sabem sobre a inevitável passagem de um corpo celeste de grande porte que vai causar catástrofes naturais devastadoras na superfície: como furacões, tempestades, tsunamis, terremotos.


ÉDEN CITY & O REI DO MUNDO




Éden City: Representação da pirâmide, sede do governo e residência daquele que tem sido chamado ao longo da História de Rei do Inframundo
A profundidade mínima da crosta terrestre que separa o exterior do inframundo é de cerca de 1 km e meio. No interior, a gravidade tem a força reduzida a cerca de terço do seu valor de superfície o quê provoca notáveis diferenças anatômicas entre as criaturas de dentro em relação às de fora. O sol interior permite que as plantas, ali, realizem normalmente a fotossíntese. Também existem animais. A fauna e flora são gigantes, como as chamadas Mega-flora-e-fauna das épocas mais recuadas da vida no exterior do planeta. 
Os homens e outras raças humanóides da Terra Oca podem se comunicar telepaticamente com os animais. Não há carnívoros ali, somente vegetarianos. Não há doenças ou processos de adoecimento.
Terra Oca tem uma capital. Uma cidade chamada Éden City. Ela é construída ao redor e dentro do lugar que um dia foi o mitológico Jardim do Éden do qual fala a Bíblia judaico-cristã, situada em um planalto que está localizado nas coordenadas do estado norte-americano do Arkansas. Terra Oca também tem um oceano.

ESPAÇONAVES


Certa vez, Billie teve a oportunidade de sair da base subterrânea. Ia pilotar uma espaçonave. Ele e seu companheiro de vôo, um estrangeiro, saíram durante a noite e sobrevoaram Las Vegas e outras cidades norte-americanas. O controle da nave era feito simplesmente por meio do contato das mãos sobre um painel. Esse contato acionava todos os dispositivos respondendo a comandos telepáticos. A nave podia fazer todos os tipos de movimento, desde os circulares aos ângulos retos. Essa espaçonave foi construída com instruções fornecidas por extraterrestres ou, mais especifica e provavelmente, pelos infraterrestres. Havia cerca de 67 veículos semelhantes àquele na base da Área 51.

OS FALSOS EXTRATERRESTRES


Segundo Billie, muitas crianças desaparecidas a cada ano nos Estados Unidos e em outras partes do mundo são, na verdade, seqüestradas pelos militares e levadas para a Área 51 onde sofrem experiências genéticas com o objetivo de transformá-las em entidades biológicas programadas que têm a aparência de híbridos humanóides.
O objetivo da criação dessa horda de humanos-alienígenas é a futura encenação de uma invasão alienígena de modo que a população mundial aceite se submeter à um governo Global que possa defendê-la dos"invasores". Ao saber desse aspecto do projeto, Billie revoltou-se de vez e decidiu abandonar a carreira militar.

* A única explicação que este editor-tradudor concebe para tenham permitido que Billie saísse de lá vivo é que provavelmente os militares contavam com o fato de - jamais, ninguém acreditaria na história dele...) 


ARQUIVO MORTO



Antes de ser dispensado, Billie foi levado para para a Sewart Air Force Base, hoje, aeroporto de Smyrna, no estado do Tennessee. Ali foi interrogado e instruído a manter completo sigilo sobre suas atividades na Área 51.
Na verdade, não existia Área 51. Sua ficha, os arquivos militares do seu histórico de serviço foram selados e todos os documentos que Billie possuía que registravam sua atividade militar foram confiscados.
Quando Billie disse aos seus superiores que apesar disso, não trabalhava mais para as Forças Armadas norte-americanas e sentia no direito de falar publicamente sobre o que quisesse, sua pensão militar foi extinta.


CASAMENTOS


Ao longo de sua vida, Billie casou-se três vezes. A primeira esposa era uma policial-militar estacionada na Área 51 e, com ela, teve dois filhos. Ficaram cinco anos juntos. Mais tarde, essa esposa foi trabalhar no FBI e foi capaz de verificar os registros do serviço militar de Billie.
O segundo casamento aconteceu depois da dispensa do serviço militar e com esta, Billie teve uma filha. O último casamento aconteceu em Seattle e sua esposa era uma investigadora do projeto UFO-MUFON. Durou de 1990 até 1996.

TENTANDO VOLTAR PARA CASA




Em agosto de 1996 Billie mudou-se para o Alaska. Procurava uma maneira de voltar à Terra Oca, de voltar para casa. Conseguiu um avião, contratou um piloto para tentar encontrar a abertura polar norte.
Ele quase chegou lá porém, um jornalista, correspondente do New York Times, alertou os militares sobre a excursão.
O vôo planejado começou bem e chegou a ver a luz do sol interior brilhando através da entrada. Porém, neste momento, sua aeronave foi interceptada por dois caças da Alert Air Force Base, situada na costa norte da ilha de Ellesmere, no Canadá.
As ordens vieram pelo rádio: Aqui é o coronel Travis da equipe da Alert Air Force Base, Força Aérea dos Estados Unidos. Esta é uma operação de interceptação. Os senhores serão escoltados em seu retorno imediato para a Eielson Air Force Base do Alaska. Vocês têm cinco minutos para cumprir as ordens, depois disso, serão exterminados.
Não havia alternativa. O piloto iniciou as manobras de retorno. Mas antes que deixassem o local, surgiram três brilhantes aeronaves alienígenas e novamente ouviram uma mensagem pelo rádio: Billie, estamos aqui para recebê-lo no nosso domínio. Lamentamos que não tenha tido sucesso. Você não poderá fazer isso nesse momento mas, em sua próxima jornada, vai conseguir. Auf Wiedersehen!
Ao aterrissar na base do Alaska, Billie e o piloto foram presos e interrogados até a exaustão. Enfim, foram liberados com a advertência de manterem absoluto sigilo sobre a experiência e a ameaça de que, se tentassem novamente aquela excursão, não haveria aviso, seriam sumariamente abatidos.

"ELE É MALUCO"

Depois de tudo isso, as autoridades providenciaram para que o ex-coronel fosse definitivamente desacreditado. Providenciaram que fosse diagnosticado como desequilibrado mental. Hoje (2008), Billie vive em Pahrump, Nevada - em em um alojamento da Segurança Social para deficientes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário