Pesquisar este blog

Pesquisar este blog

2 de out de 2012


ANTIGO "VATICANO" PERUANO PODE TER TIDO CONEXÃO COM NAZCA


Por Jean Luis Arce
NAZCA, Peru (Reuters) - Importantes sacerdotes em um complexo religioso da antiguidade localizado no sul do Peru podem ter desenhado as linhas de Nazca, um enorme conjunto de formas geométricas, figuras de animais e longas linhas construídas no deserto do país, afirmam renomados arqueologistas que trabalham na região.
Pesquisadores dizem que a região de Cahuachi, construída em 400 a.C., fica do outro lado do Vale de Nazca, a partir das linhas, uma das atrações turísticas mais populares do Peru, declarado Patrimônio da Humanidade pela Organização das Nações Unidas.
"É lógico pensar que as crenças religiosas das pessoas de Nazca se originaram neste local de cerimônias e foram transportados para a grande planície," disse a repórteres, nesta semana, o arqueologista italiano Giuseppe Orefici, que lidera os trabalhos em Cahuachi.
A proximidade geográfica não é a única evidência de ligação entre os dois locais antigos --os mesmo ícones religiosos aparecem nas linhas e em cerâmicas e artesanatos escavados em Cahuachi.
"Felinos e baleias estão presentes em toda a arte de Nazca e isso é o que nós encontramos em hieróglifos", disse Orefici, se referindo a desenhos no chão ao redor das linhas de Nazca e na região de Cahuachi.
As linhas Nazca, que são melhor visualizadas sobrevoando a área, foram feitas com a remoção de argila do solo ou pelo empilhamento de pedras. Entre as figuras mais emblemáticas está um macaco gigante com um rabo espiralado.
O governo peruano está trabalhando para gerar interesse em Cahuachi, onde arqueologistas descobriram as ruínas de mais de 30 pirâmides, que --acredita-se, eram abertas apenas aos grandes sacerdotes.
"No meio do deserto um 'Vaticano pré-hispânico' foi erigido, onde padres realizavam cerimônias e provocavam o interesse das pessoas através da região", disse o historiador Josue Lancho.
Pesquisadores acreditam que uma grande enchente destruiu o local em 350 d.C.
A maioria das estruturas de Cahuachi ainda estão debaixo da terra, com exceção de uma pirâmide de 40 metros de altura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário