Pesquisar este blog

Pesquisar este blog

30 de set de 2012

COMPLEXO R


Os cientistas nos dizem que na essência de nosso cérebro há um réptil.

Complexo R (réptil) ou cérebro reptiliano - é a parte mais antiga de nossa mente. Ela é a confirmação científica de nossa história contada inequivocamente pelas tábuas Sumérias.

Esse fato, nos mantém perpetuado de certa forma, ligados aos nossos pais biológicos de uma maneira bastante “concreta”. O fato de sabermos que eles e
xistem já nos força a ver o que nunca nos passou pela cabeça antes...
Eu podia dormir sem essa hoje...

O neocortex é a sede do pensamento, essa região é a central que reúne a compreensão e interpretação que os 5 sentidos percebem. Fazem a tradução simultânea do que estamos vivenciando.

Nosso cérebro emocional trata toda a informação que recebemos antes que nosso neocortex faça algum julgamento. O neocortex é a sede da vontade, o lugar onde está o programa que diz o que é o bem e o que é o mal – certo e errado – toda a polaridade existente - e que define essas duas coisas.

O neocortex acrescenta a um sentimento o que pensamos dele (angustia, dor, surpresa, aflição...) é o que nos permite desenvolver sentimentos sobre idéias, arte, símbolos, imagens etc.

Lembrem se que o conhecimento do bem e do mal, na história de nossa existência, foi indicado/fornecido/ programado por uma serpente (adão e Eva). O que até então não existia essa sutileza de dados em nossas mentes.

Os répteis não possuem neocortex, por isso carecem de afeição e compreensão desses sentimentos próprios dos humanos.

Após essa mutação que prevaleceu nas criaturas humanas o desenvolvimento do neocortex dos mamíferos (homo erectus) como um filtro para seus pensamentos, os reptilianos passaram a não se identificar muito com eles, por isso os lulus se tornaram uma “coisa” inútil e muitas vezes incômoda para suas metas.

As cobras devoram seus recém nascidos caso eles não saiam correndo quando quebram a casca! Não há um vínculo materno entre a criação.

Deu para entender?

A mente primitiva do mamífero homo erectus era o hemisfério direito dotado de intuição, criatividade, paranormailidade, instinto, sonho, imaginação, idéias, visão do TODO – holístico – atemporal – trabalha com o presente...


A mente que nos faz dar lógica as coisas é o hemisfério esquerdo de nosso cérebro. Ele é indiscutivelmente intelectual, lógico, trabalha com a fala, a linguagem, prática, ordem de itens específicos, trabalha com partes. Ele é ligado ao tempo das coisas – futuro e passado...

Essa é a polaridade que nos foi acrescentada em nossa evolução. Nossos criadores nos atém ao funcionamento cotidiano do hemisfério esquerdo a todo momento, inibindo a todo custo a supremacia ou utilização habitual/desenvolvimento do hemisfério direito de nossas mentes.

Eles sabem como pensamos (pois temos uma mente reptiliana também) e nos enganam com informações que fixem o trabalho do hemisfério esquerdo diariamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário